Blog

Compartilhe

Dinheiro e Prosperidade - Educação Financeira e o que você precisa saber antes de investir

Autor: Tatiana Bion

Muito se fala em educação financeira e sobre a sua importância para alcançar o sucesso, mas as pessoas acabam negligenciando alguns conceitos básicos fundamentais e começam com o pé esquerdo nesse mundo dos investimentos. O resultado disso é que acabam se frustrando e desistindo no meio do caminho.

A educação financeira é um pilar básico para a conquista da prosperidade e não tem como fugir disso, por isso o objetivo desse artigo é esclarecer sobre os principais pontos que você precisa saber antes de começar de fato os seus investimentos. Vamos lá então?

 

Maiores mitos sobre educação financeira

Infelizmente existem diversos mitos que envolvem esse Universo dos investimentos e muitos deles acabam nos desestimulando e nos impedindo de fazer o que é preciso para cuidar melhor do nosso dinheiro e conquistar a prosperidade financeira.

E o primeiro grande mito é: preciso ser um especialista para começar a investir.

O mercado financeiro usa termos difíceis e complicados e eles tem uma espécie de jargão próprio que parecem ter sido feitos exclusivamente para confundir as pessoas. Se você se deixar levar por esses termos acaba pensando que esse mundo não é para você, afinal você vai precisar estudar muito e se dedicar para conseguir entender, e aí acaba nem começando.

Estou aqui para te dizer que você não precisa se matar de estudar ou se tornar um especialista para começar a gerir o seu dinheiro de forma responsável. Esses termos difíceis são apenas termos, nada mais. É claro que você vai precisar entender um pouco sobre como funciona o mercado, mas você só precisa saber o básico para começar, e, como tudo na vida, depois você vai começar a se interessar e procurar saber mais. Apenas não deixe que esse mito te impeça de dar o primeiro passo.

Outro grande mito é: preciso ter muito dinheiro para começar a investir.

Sim, existem alguns tipos de investimentos, como ações por exemplo, que você vai precisar de uma quantidade maior de dinheiro, mas existe uma infinidade de outros tipos que você consegue investir com apenas 50 reais. É ilusão achar que você vai começar a investir quando ganhar mais dinheiro. Se você não investe agora que tem pouco dinheiro, também não vai investir com muito dinheiro.

Você acha que as pessoas que tem muito dinheiro, que são ricas e bem sucedidas, que chegaram ao sucesso com mérito próprio, não investem o seu dinheiro? E elas começaram a investir quando tinham pouco, essa é a lógica. Você investe o pouco que você tem, até esse pouco começar a se multiplicar e você conseguir ter muito.

Então não espere receber algum dinheiro para começar, separe uma quantia com essa finalidade e comece a investir o quanto antes.

 

Educação Financeira na prática

Agora quero falar de alguns conceitos muito importantes e básicos que você precisa conhecer antes de começar a investir o seu dinheiro.

 

Risco

Talvez nada seja tão temido quanto ele. Investidores buscam evitá-lo a qualquer custo, mesmo sem muitas vezes entenderem seu real significado. Um dos motivos de grande parte dos investidores terem seus recursos investidos na caderneta de poupança é a busca pelo menor risco. Mas será que realmente a caderneta de poupança é quem oferece o menor risco?

A melhor definição de risco que já encontrei é a de “incerteza”. Quanto maior a incerteza sobre o resultado de um evento de qualquer natureza, maior será o seu risco. Em investimentos, apesar de normalmente estar associado à possibilidade da perda de dinheiro, o risco pode ter outros significados.

Então o risco existe de uma forma geral na sua vida porque nunca temos certeza de nada. Você só precisa saber que o mercado financeiro trabalha com expectativas, que o risco existirá sempre, mas que você tem formas de administrá-lo e isso nunca pode ser um impedimento para que você comece a cuidar do seu futuro financeiro.

 

Juros

Sempre nos ensinaram que o dinheiro compra coisas. Imaginem que alguém queira comprar dinheiro. Ela poderia fazer isso oferecendo uma mercadoria ou um serviço, certo? Agora imagine que alguém queira comprar dinheiro com dinheiro. Parece meio estranho mas é assim que funciona em um empréstimo ou em um investimento. No caso do empréstimo, em troca do que estamos pegando emprestado, aceitamos pagar um valor extra no final: os juros.

Os juros existem para compensar quem empresta o dinheiro pelo tempo que ficará sem poder utilizá-lo e possíveis oportunidades perdidas e pelo risco de não receber o dinheiro de volta, apenas isso. E nos investimentos, ao contrário do empréstimo, os juros vão trabalhar a seu favor, são os famosos Juros Compostos. Esses juros vão fazendo um efeito de bola de neve porque são juros em cima de juros e é assim que o seu dinheiro vai se multiplicando.

 

Renda Passiva

Para entender o que é renda passiva, primeiro vamos falar da renda ativa. Renda ativa é aquela que depende diretamente do seu esforço, do seu trabalho e, normalmente, do seu tempo. Já a Renda Passiva, é a receita que você ganha sem depender diretamente do seu trabalho e esforço. O que não significa que você não precise trabalhar e se esforçar para ganhar renda passiva.

Existem muitas formas de gerar renda passiva e uma delas é através dos investimentos. Para entender melhor sobre esse assunto e sobre as formas de gerar essa renda, recomendo que leia o artigo 9 Formas de Gerar Renda Passiva.

Além desses conceitos, você também precisa estar consciente sobre os Caminhos do Dinheiro, os 4 possíveis direcionamentos que você pode dar para o seu dinheiro.

Caminhos do seu Dinheiro

E o primeiro caminho que o seu dinheiro pode seguir é ir para um Banco através de uma conta corrente e ficar parado lá. O que você precisa saber é que se você mantém o seu dinheiro parado na conta, você está perdendo dinheiro todos os dias. Sim, isso mesmo. Existe um fator chamado Inflação, que funciona como uma espécie de termômetro para medir a quantidade de dinheiro em circulação e os bens e serviços disponíveis e o dinheiro vai perdendo poder de compra. Portanto, manter o seu dinheiro parado na sua conta é ter a inflação atuando sobre ele e tirando o seu valor um pouquinho a cada dia.

O segundo caminho é colocar o seu dinheiro em um Banco e em seguida em uma Caderneta de Poupança, que é o destino do dinheiro de grande parte da população. Muitos fazem isso pela praticidade e pela segurança, mas o que você precisa estar atento é que o rendimento é muito baixo, que não é 100% seguro e que existem outros tipos de investimentos mais seguros e mais rentáveis. Definitivamente, a caderneta de poupança não é o melhor destino para o seu dinheiro.

O terceiro caminho é colocar seu dinheiro em um banco ou em uma corretora de valores, e dessas instituições, seu dinheiro é aplicado em algum título de dívida ou outro investimento de renda fixa ou em ações. Esse pode ser um bom caminho para o seu dinheiro seguir.

Assim como o quarto caminho, que é colocar o seu dinheiro em um banco ou corretora de valores, e dessas instituições, seu dinheiro vai para um fundo de investimento, que é uma empresa própria, que por sua vez, vai aplicar seu dinheiro em algum título de dívida ou outro investimento de renda fixa ou em ações.

Neste último caminho, o risco não está mais no banco ou na corretora, está no fundo de investimento, pois os bancos e corretoras são apenas intermediários, ou seja, você pode ter uma conta em banco pequeno com uma taxa menor de administração que não vai fazer a menor diferença. Quando você não está consciente para esse fato, acaba pagando taxas abusivas de bancos grandes, por isso é tão importante que você entenda para onde o seu dinheiro está indo.

Existem diversos tipos de investimento mais seguros, elaborei um Guia Prático de Como Multiplicar o seu Dinheiro falando sobre eles, vale a pena dar uma lida.

O melhor investimento que você pode fazer é no conhecimento. Só munido de informações é que você consegue se tornar verdadeiramente independente financeiramente, porque você vai saber o que fazer  com o seu dinheiro, sem precisar depender de outras pessoas para isso.

O conhecimento liberta e se você quer continuar o seu aprendizado financeiro e se colocar na direção certa para alcançar a prosperidade, recomendo que conheça o meu curso e o ebook com um super desconto de 50% (somente até dia 31/12/2020). Aproveite essa grande oportunidade de continuar evoluindo na sua educação financeira.

Ebook: Dinheiro e Espiritualidade - 7 dias para organizar de vez sua vida financeira

Curso: Guia da Riqueza - 6 passos para alcançar a liberdade financeira

  

Me deixa saber o que achou do artigo. Sua opinião importa muito pra mim.

Vou ficando por aqui.

 

Com amor e gratidão,

Tatiana Bion